Parede de San Pedro

Compartilhar

Investigações Arqueológicas

As investigações arqueológicas levadas a cabo no Cabezo de San Pedro desde o final dos anos sessenta, destacaram a importância histórica do lugar dentro do panorama científico nacional e internacional. Em 1977 e 1978, as sucessivas campanhas de escavação, trazidas à luz dos níveis da Idade do Bronze e, o mais importante, uma construção de grande importância, interpretada como um muro de contenção, que mostrou a presença no topo do cabezo de uma fortificação realizada com uma técnica de construção de origem fenícia, superposta a construções de um momento anterior. Assim, foi estabelecida uma série de fases nas quais se poderia estudar a evolução da cultura material local típica da Idade do Bronze, à qual os elementos orientais foram adicionados como resultado da presença aqui de navegadores do Mediterrâneo, comumente referido como este Período. Orientando Assim, na historiografia, o debate sobre o reino de Tarteso e a importância de Huelva dentro dele assumiu força, com um papel indubitável na produção e comercialização de metais preciosos durante esse período histórico.

37.260129, -6.950424